OBITEL Brasil/Bahia

Rede de pesquisadores brasileiros do Obitel – Observatório Ibero-Americano da Ficção Televisiva, denominada Obitel Brasil. O Obitel Brasil foi fundado em 2007, em São Paulo, como uma rede brasileira de pesquisadores de ficção televisiva que reúne investigadores de renome sobre o tema e possui abrangência geográfica, uma vez que a rede é composta por mais de 80 investigadores que atuam em universidades e centros de pesquisa espalhados por seis estados brasileiros (Pernambuco, Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul). Em 2015, a rede é constituída por dez grupos de pesquisa e mantida através do apoio de universidades públicas e particulares, de agências regionais e nacionais de fomento à pesquisa e da parceria com a Globo Universidade. Uma rede de magnitude nacional dedicada ao estudo da ficção televisiva é fato inédito no campo da comunicação no Brasil e se caracteriza como um efetivo trabalho coletivo e colaborativo articulado pelos princípios da interdisciplinaridade. Trabalha sobre um projeto bienal de pesquisa, comum aos grupos, e publica a cada dois anos os resultados em livro da Coleção Teledramaturgia. Ainda, promove seminários nacionais que reúnem pesquisadores e produtores da área da ficção televisiva.

OBITEL Bahia

Desde 2008 participamos da Rede de pesquisadores brasileiros do Obitel – Observatório Ibero-Americano da Ficção Televisiva, denominada Obitel Brasil-Bahia. Navegue pelas abas abaixo para conferir os mais de 10 anos de participação do A-Tevê no OBITEL Brasil

2020-20212018-20192016-20172014-20152012-20132010-20112008-2009
[EM ANDAMENTO]

Coordenação: Maria Carmen Jacob de Souza
Vice-coordenação: Tatiana Aneas
Equipe: Hanna Nolasco, Genilson Alves, Tcharly Briglia, Thaiane Machado, Inara Rosas, Amanda Aouad, Sofia Federico, Daniele Rio, Bárbara Vieira, João Araújo, Natacha Canesso, Carolina Fagundes.

Roteiristas e inovação nas telenovelas
Investiga a percepção dos roteiristas de telenovelas (titulares e colaboradores) sobre a inovação nas telenovelas após o advento da internet no campo da telenovela no Brasil. Objetivo: compreender as controvérsias ou lutas classificatórias dos roteiristas de telenovelas (titulares e colaboradores) sobre escolhas estilísticas inovadoras observadas nos modos de contar estórias nas telenovelas inéditas da TV GLOBO de 2010 a 2020.
[PDF]
Notas Metodológicas
Quadro Telenovelas e Criadores da TV Globo – 2018 a 2020

Coordenação: Maria Carmen Jacob de Souza
Vice-coordenação: Rodrigo Lessa
Equipe: Bárbara Souza, Hanna Nolasco, Genilson Alves, João Araújo e Maíra Bianchini.

TEMA:
Elas e o amor: A construção de mundos românticos nas fanfictions de telenovelas brasileiras
.

Resultado apresentado em:

SOUZA, Maria Carmem Jacob de Souza, LESSA, Rodrigo, BIANCHINI, Maíra, NOLASCO, Hanna, SOUZA, Bárbara, ALVES, Genilson, ARAÙJO, João. Criadoras de mundos dos casais adorados nas fanfictions de telenovelas: prazer de amar e narrar. IN: LOPES, M.I.V. et al (orgs). A construção de mundos na ficção televisiva brasileira. Porto Alegre: Sulina, 2019, paginas 87 a 106.
[PDF]

Coordenação: Maria Carmen Jacob de Souza
Vice-coordenação: Maíra Bianchini
Equipe: Amanda Aouad, Daniele Valois, Débora Fernandes, Inara Rosas, João Araújo, Marcelo Lima, Renata Cerqueira, Rodrigo Bulhões e Rodrigo Lessa.

TEMA:
Amados amantes narrados nas fanfictions de telenovelas brasileiras
.

Resultado da pesquisa apresentado em: 

SOUZA, M.C.J. et al. Amados amantes narrados nas fanfictions de telenovelas brasileiras. In: LOPES, M.I.V. et al (orgs). Por uma Teoria de Fãs da Ficção Televisiva Brasileira II. Práticas de Fãs no ambiente da cultura participativa. . Porto Alegre: Sulina/Globo, 2017, v.5.
[PDF]
Confira os quadros citados no artigo aqui.

Coordenação: Maria Carmen Jacob de Souza
Vice-coordenação: João Araújo
Equipe: Amanda Aouad, João Araújo, Maíra Bianchini, Marcelo Lima, Renata Cerqueira, Rodrigo Bulhões e Rodrigo Lessa.

TEMA:
Entre novelas e novelos: um estudo das fan fictions de telenovelas brasileiras (2010-2013)


Resultado da pesquisa apresentado em:

SOUZA, M.C.J et al. Entre Novelas e Novelos. Um estudo das fanfictions de telenovelas brasileiras (2010-2013) In: LOPES, M.I.V. et al (orgs). Por uma Teoria de Fãs da Ficção Televisiva Brasileira. Porto Alegre : Sulina/Globo, 2015, v.4, p. 107-153.
[PDF]

Coordenação: Maria Carmen Jacob de Souza
Vice-coordenação: Rodrigo Lessa
Equipe: Amanda Aouad, Elva Valle, João Araújo, Gustavo Erick, Kyldes Vicente e Renata Cerqueira.

TEMA:
Tendências e modelos de Projetos Transmídia no campo dos produtores da ficção seriada televisiva no Brasil: os desafios da expansão do universo ficcional


Resultado da pesquisa apresentado em:

SOUZA, M.C.J et al. Empresas produtoras, projetos transmídia e extensões ficcionais: notas para um panorama brasileiro In: LOPES, M.I.V. et al (orgs). Estratégias de transmidiação na ficção televisiva brasileira. Porto Alegre : Sulina/Globo, 2013, v.3, p. 303-344.
[PDF]
Confira os quadros citados no artigo aqui.

Coordenação: Maria Carmen Jacob de Souza
Equipe: Amanda Aouad e Gustavo Erick.

TEMA:
Roteiristas de telenovelas no Brasil e transmídia storytelling: breve balanço


Resultado da pesquisa apresentado em:

SOUZA, M.C.J. Criadores da Ficção televisiva. Desafios Criativos de roteiristas de telenovelas In: FILHO, J. F.; BORGES, G. (orgs). Estudos de Televisão: diálogos Brasil Portugal. Porto Alegre: Sulina, 2011, v.1, p. 33-55.

Equipe A-Tevê: Maria Carmem Jacob de Souza, Amanda Aouad, Larissa Ribeiro e Luís Fernando Lisboa.
Pesquisadores: Ana Maria Camargo Figueiredo (Cásper Líbero/PUCSP); Josefina F. T. Silva UNISO/ESAMC/PUCSP); Márcia Gomes (UFMT); Maria Isabel Orofino (UDESC); Nilda Jacks (UFRGS); Rafael Righini (USJT/PUCSP); Solange Wajnman (UNIP); Silvia H. Simões Borelli (PUCSP); Veneza M. Ronsini (UFSM).

TEMA:
Criadores, narrativas, recepção e audiência de telenovelas. Juventude, feminino e pobreza em Páginas da Vida, Paraíso Tropical e Duas Caras

Resultados da pesquisa apresentado em:
OROFINO, Isabel; WAJNMAN, S.; RIGHINI, R. R.; SOUZA, M. C. J. et al. Criadores na dramatização da juventude, do feminino e da pobreza. In: Ficção Televisiva no Brasil: temas e perspectivas. São Paulo : Editora Globo, 2009, v.1, p. 19-64.

Voltar ao Topo